tonalizante ou tintura tonalizante ou tintura

Tonalizante ou tintura? Qual a melhor escolha para meus cabelos?

6 minutos para ler

Quando uma mulher decide mudar a aparência dos cabelos, é natural que ela prefira fazer essa modificação da forma menos agressiva possível para os fios. É justamente por isso que, ao colorir as madeixas, é comum ficar em dúvida entre tonalizante ou tintura.

A tintura é uma coloração de efeito permanente, enquanto o tonalizante funciona como uma capa sobre os fios. Por ser uma transformação que afeta diretamente a imagem da mulher, é muito importante pesquisar e escolher o produto ideal para as suas necessidades.

Tonalizante e tintura têm características e funções diferentes, ainda que sejam produtos voltados para o mesmo objetivo: a coloração. Aqui, você vai encontrar informações importantes sobre cada um deles e, assim, poderá fazer a melhor escolha para o seu caso. Vamos lá?

Modificação da cor dos cabelos

A tintura é o tipo de coloração ideal para fazer uma mudança mais radical, duradoura e intensa ou para cobrir completamente os fios brancos. No entanto, nem todas as tinturas são indicadas para cabelos com outras químicas, como progressivas, alisamentos e relaxamentos.

O tonalizante serve para manutenção de cores, mudança discreta e com menos agressão às mechas. Essa é a opção mais recomendada para quem tem outras químicas no cabelo ou precisa cobrir apenas alguns fios brancos. Por ser uma mudança mais leve, essa coloração não é duradoura.

Ação no interior dos fios

A tintura cobre 100% e clareia até 3 tons da cor natural sem precisar descolorir o cabelo. Isso acontece porque essa coloração deposita a tinta no interior dos fios por meio da amônia. Contudo, o processo de abertura das cutículas, a remoção do pigmento natural e a fixação da tonalidade escolhida são mais invasivos. Assim, é mais recomendada para quem busca mudanças mais expressivas no visual.

Já o tonalizante cria uma capa com a cor desejada sobre o cabelo, e, por essa razão, a coloração fica melhor quando adicionada ao tom natural. No entanto, apesar de agredir menos e o produto fixar de maneira superficial, ele garante cobrir 70% dos fios brancos e desbota mais rápido, sendo necessário fazer mais manutenções.

Chances de ter alergias

Tanto o tonalizante quanto a tintura podem causar reações alérgicas em qualquer indivíduo, não importa se imediatamente após o uso ou horas depois. Além disso, o uso contínuo das colorações não anula a possibilidade de surgir alergias. Por isso, a necessidade de fazer o teste de mecha antes da aplicação do produto no cabelo.

Uma notícia boa é que o mercado já conta com opções de tonalizante ou tintura hipoalergênicas. Geralmente, esses produtos são livres de amônia e PPD (parafenilenodiamina), os principais agentes causadores de reações alérgicas. Nesse caso, é preciso consultar a composição na embalagem para confirmar de quais ativos o produto está livre.

Presença de amônia na composição

A amônia é um composto comum nas tinturas de cabelo. Esse ativo tem a função de abrir as cutículas dos fios, remover o pigmento natural e garantir a entrada e fixação da cor com facilidade, assegurando a durabilidade do produto. Apesar de ser um processo considerado invasivo, ele tem uma função importante para manter a beleza e a intensidade da tonalidade por mais tempo.

Tonalizantes são sem amônia, ou seja, não penetram na estrutura capilar. Sendo assim, a sua fixação é apenas ao redor das cutículas e do córtex dos fios. Por isso, esse produto tem mais facilidade de desbotar com o tempo, pedindo reaplicações para garantir a intensidade da cor.

Possibilidade de danificação aos fios

A amônia da tintura pode causar danos aos cabelos durante o processo de coloração, principalmente se não houver cuidados redobrados. A falta de um cronograma capilar para garantir a hidratação e a reconstrução dos fios após a aplicação do produto causa ressecamento, deixa-os quebradiços e com frizz.

A vantagem do tonalizante é que ele não resseca tanto quanto a tintura e ajuda a dar brilho às mechas. Contudo, os cuidados não devem ser diminuídos ou eliminados. A hidratação, nutrição e restauração precisam permanecer na rotina de cuidados para prolongar o efeito desse tipo de coloração no cabelo.

Durabilidade

A durabilidade da tintura é permanente ou até os fios crescerem e as raízes naturais começarem a aparecer. No entanto, a coloração pode perder um pouco a intensidade com o tempo, dependendo da técnica de aplicação e dos produtos usados, em especial na lavagem. Isso significa que o efeito mais intenso dura em torno de 6 a 8 semanas para a maioria das pessoas.

O tonalizante, usado para realçar as cores ou como cobertura de alguns fios brancos, tem uma duração menor do que a da tintura, já que desbota com mais facilidade. O tempo do produto no cabelo dura em torno de 12 a 28 lavagens, ou entre 30 a 60 dias, dependendo da marca da coloração.

Intensidade da cor

A intensidade da cor da tintura é maior devido à presença da amônia. Esse composto deixa a tonalidade dos fios até 3 tons abaixo ou acima da cor natural ou, se preferir, é possível escurecer com mais aplicações. Acontece que, para clarear mais, pode ser preciso fazer o processo de descoloração.

O tonalizante pode deixar a cor mais intensa nas primeiras semanas se os cuidados forem mantidos, mas, com o tempo, será preciso reaplicar o produto para manter o efeito desejado. Tonalidades coloridas, como as dos cabelos pintados com cores fantasia (cores que fogem dos padrões tradicionais de colorações), precisam da descoloração dos fios para que as mechas fiquem mais acentuadas.

Manutenção dos fios

A manutenção dos fios com tintura é necessária apenas para retocar a raiz e realçar a cor. Em geral, esse processo é feito com colorações sem amônia a cada 8 semanas. O tonalizante costuma precisar de retoque após 12 lavagens, quando o desbotamento começa a ficar aparente.

Depois de tantas informações, a gente consegue entender que não existe a melhor opção entre tonalizante ou tintura, apenas aquela mais adequada aos seus objetivos. Os dois produtos agem de maneiras diferentes na estrutura capilar, mas a finalidade é a mesma: a coloração. Lembre-se de que, independentemente de qual for a sua escolha, seguir o cronograma capilar é fundamental para manter os fios lindos e saudáveis e, dessa forma, melhorar a sua autoestima.

Para não errar na hora da coloração, escolher produtos de qualidade é essencial. Por isso, a IAP! Cosméticos tem as melhores opções do mercado para você fazer a mudança de visual com segurança. Acesse o nosso site e saiba mais!

Compartilhe !

Posts relacionados

Deixe um comentário