cuidados com a pele cuidados com a pele

Tudo que você precisa saber sobre cuidados com a pele

13 minutos para ler

Ter bons cuidados com a pele não significa apenas caprichar na skincare. Na verdade, é preciso dar atenção a todas as áreas do corpo, fornecendo aquilo que é necessário para que as nossas células funcionem corretamente.

A melhor maneira de dar atenção para a pele é saber o que fazer, o que evitar e quais produtos escolher. Assim, você poderá criar uma rotina que dará origem a um visual mais bonito e saudável.

A seguir, descubra o que você deve saber para cuidar da sua pele do melhor jeito!

Por que é tão importante usar hidratante na pele?

O hidratante é um dos melhores amigos na hora de cuidar da pele. Graças a esse produto, você devolve a umidade perdida pela pele e consegue um toque mais macio e aveludado.

Uma pele hidratada fica com aspecto mais saudável, com mais brilho e até menos flacidez. Veja então como escolher o hidratante ideal!

Conheça o seu tipo de pele

O primeiro passo é conhecer o seu tipo de pele. Alguém que tenha pele seca ou madura precisará de um cosmético com mais poder de hidratação. Já quem tiver a pele oleosa deve usar uma opção que ajude a controlar a produção de sebo. Falaremos mais adiante sobre o tema.

A pele sensível exige produtos especiais para evitar incômodos e mesmo a pele normal merece uma atenção extra. Portanto, é fundamental conhecer seu tipo de pele para acertar na escolha.

Tenha produtos para diferentes partes do corpo

Na hora de comprar o hidratante, saiba que você precisará de algumas opções para várias partes do corpo. O rosto, por exemplo, é mais sensível e exige produtos especiais. Já os joelhos e cotovelos costumam ser mais ressecados; e os pés também precisam de um tratamento específico.

O melhor é montar um kit com produtos para as várias partes do corpo. Assim, toda a sua pele ficará hidratada, macia e com aspecto saudável.

Pele oleosa precisa de hidratação?

Existe um mito de que a pele oleosa não precisa ser hidratada. Na verdade, a falta de hidratação pode causar o chamado efeito rebote. Como as glândulas sebáceas entendem que a pele não está hidratada o bastante, produzem mais sebo, piorando o aspecto da pele, especialmente no rosto. Então, descubra como escolher os produtos ideais!

Opte por fórmulas sem óleos

Na hora de hidratar a pele oleosa, tudo o que não queremos é adicionar mais óleo à superfície, certo? Então, o truque é investir em produtos oil free, ou seja, livres de óleos em sua fórmula.

Eles costumam ter uma textura mais sequinha e agradável para quem tem esse tipo de pele. Assim, você consegue hidratar sem piorar a situação da região.

Busque uma opção antioleosidade

Se o seu problema com a oleosidade for muito incômodo, vale a pena buscar um hidratante que tenha ação antioleosidade. Ou seja, além de não piorar a situação, ele ajuda a conter a produção sebácea das células.

Esses cosméticos para pele oleosa são ótimas escolhas para ficar com a aparência mais sequinha e sem tanto brilho no dia a dia.

Qual é a importância de usar bloqueador solar?

Não adianta aplicar máscara de argila verde, caprichar na hidratação e usar os melhores cosméticos para o rosto e para o corpo se você não se proteger dos raios de sol. A função do protetor ou bloqueador solar é formar uma barreira de proteção na sua pele contra a radiação ultravioleta (UV). Veja o que você precisa saber sobre ele!

Conheça os tipos diferentes

Já se foi o tempo em que só existia um tipo de protetor solar. Além da variedade de níveis de fator de proteção solar (FPS), há opções com mais tecnologia, que protegem ainda mais dos raios.

Também há versões sem cheiro, para a pele oleosa, com cor e até em pó para o rosto. Ao conhecer os tipos variados, você poderá escolher o ideal para o seu cotidiano.

Saiba como aplicar corretamente

No rosto, o protetor solar deve ser aplicado antes dos demais produtos, como base ou corretivo. Então, você deve passá-lo alguns minutos antes de se maquiar para que a pele o absorva por completo. No restante do corpo, o ideal é aplicar e esperar secar antes de se arrumar. Dê especial atenção para áreas mais expostas,. como braços e mãos.

Como ele perde eficiência ao entrar em contato com a água, o ideal é fazer a reaplicação a cada 2 horas, especialmente nos dias quentes. Assim, você se mantém protegida durante todo o dia.

Use todos os dias

O mais importante é saber que o bloqueador solar não deve ser usado apenas na hora de ir à praia ou piscina e nos dias quentes. Você deve usá-lo todos os dias, mesmo no inverno ou quando estiver nublado.

Isso porque a radiação solar sempre chega até nós. Então, para que ela não prejudique as células da pele, é fundamental ter essa proteção constantemente.

Quais são os impactos da não utilização do protetor solar?

O protetor solar é um dos produtos mais importantes por causa dos efeitos do sol. Quando você não aplica esse produto do jeito ideal, corre o risco de encarar diversos problemas. Veja quais são os principais impactos!

Surgimento e agravamento de manchas

Quando as células são impactadas pela radiação, pode ocorrer um aumento na produção de melanina. O problema é que os níveis podem ser excessivos, causando manchas e marcas permanentes.

Quem tiver melasma provavelmente verá um agravamento da condição, o que pode afetar a aparência e a autoestima.

Envelhecimento precoce

A exposição desprotegida do sol também causa um ressecamento excessivo da pele, que perde água para o calor. Então, surgem mais facilmente aquelas marquinhas de expressão e mesmo as rugas.

Somando isso às manchas, temos o que chamamos de envelhecimento precoce. Com isso, sua pele vai parecer mais velha do que realmente é.

Risco de câncer de pele

O problema mais grave associado aos efeitos do sol é o câncer de pele. A radiação UV pode causar degeneração nas células, levando ao surgimento de tumores. O problema se torna mais frequente quando há manchas ou lesões na pele exposta ao sol.

Esse é um grande risco para a saúde, mas que pode ser evitado com o protetor solar certo e aplicado diariamente.

Qual é o fator de proteção solar que preciso usar?

Na hora de escolher o protetor solar, um dos critérios é o FPS. Essa é uma medida do nível de proteção do produto contra os raios solares, então merece toda a sua atenção. Para não errar na hora da escolha, confira quais são os aspectos para considerar!

Escolha um protetor com FPS mínimo de 30

Na hora de comprar seu protetor solar, o menor nível de FPS que você deve escolher é 30. Esse é o número mais baixo que garante proteção para todos os tipos de pele, inclusive a negra.

Porém, peles sensibilizadas ou muito claras podem exigir um nível maior de FPS para garantir proteção efetiva.

Siga as instruções do dermatologista

O melhor jeito de saber o que vale a pena comprar é perguntar ao dermatologista. O profissional avaliará as necessidades da sua pele e indicará qual é o nível certo de proteção solar.

Se você tiver algum problema de pele, como manchas existentes ou alergias, deve dar ainda mais atenção para essa questão, combinado?

Por que o banho quente é prejudicial à pele?

Acredite se quiser: a hora do banho também pode causar prejuízos à pele. Isso acontece quando você opta por uma temperatura acima do que é recomendado. O ideal é deixar o chuveiro no morno ou no frio, para cuidar melhor da pele. Veja o que a água quente pode causar!

Retira a camada de proteção

Nossa pele tem uma fina camada de gordura que funciona como uma película protetora. Quando o banho está muito quente, essa camada é retirada e a pele fica mais exposta a lesões e perde aquele toque macio.

A água morna ou fria, por outro lado, ajuda a manter o equilíbrio das estruturas, garantindo um resultado melhor.

Dilata os poros

Outro problema da água quente é que ela faz com que os poros fiquem mais abertos. Como consequência, a aparência da pele fica pior na hora de fazer a maquiagem e há uma perda de hidratação. O restante do corpo também sofre e a pele tende a ficar ressecada e até a descamar, em alguns casos.

Já a água com a temperatura mais baixa atua como vasoconstritora, ou seja, faz com que as estruturas se comprimam. Além de fechar os poros, é ótima para estimular a circulação e o viço natural.

Aumenta a oleosidade

Quem sofre com a pele oleosa precisa redobrar os cuidados e evitar a água quente. Por causa da alta temperatura, a pele fica mais seca ou mesmo com sensação repuxada. As células, então, começam a produzir cada vez mais sebo, causando um problema contínuo.

Quando você deixa o chuveiro desligado ou na posição “verão”, ocorrem menos agressões às células e é mais fácil controlar a oleosidade.

Produtos de higiene podem ressecar a minha pele?

Dependendo dos produtos de limpeza que você selecionar para os cuidados com a pele, pode acontecer de ela ficar ressecada. Demaquilantes, tônicos faciais e mesmo sabonetes estão entre alguns vilões nesse sentido. Para não sofrer com o problema, aproveite as dicas e fuja do ressecamento!

Evite limpar a pele em excesso

Lavar o rosto é uma tarefa que exige um produto de higiene delicado, com o nível certo de hidratação e boas propriedades. Do contrário, você corre o risco de ficar com a pele seca e com sensação de repuxamento.

O mesmo acontece quando você limpa o rosto várias vezes por dia. Por isso, o melhor é fazer duas grandes lavagens: uma logo pela manhã e outra para encerrar o dia.

Essa regra também vale para o restante do corpo, combinado? Lembre-se de que esfregar demais a pele, fazer várias limpezas sucessivas e não hidratar o suficiente pode causar efeitos indesejados em várias partes.

Prefira produtos sem álcool

Alguns produtos de higiene têm álcool em sua composição. Porém, esse componente pode fazer a água da sua pele evaporar com ele, causando problemas de hidratação. Para manter a pele saudável, portanto, evite itens com álcool.

Antes de comprar e de utilizar, confira o rótulo completo e pesquise para saber se o álcool está presente. Assim, você terá uma pele mais bonita e saudável, longe do ressecamento.

Use os produtos de acordo com as recomendações

É essencial utilizar todos os produtos de higiene da forma indicada. Se o lenço umedecido não for específico para o rosto, não o escolha para tirar a maquiagem, por exemplo. Se o sabonete for de mãos, não o aplique na face — e vice-versa.

Também é importante ficar de olho na frequência de uso para garantir que tudo saia conforme o esperado.

Qual é a relação entre uma pele saudável e a minha alimentação?

Se somos o que comemos, ter atenção com o que vai para o seu prato também está entre os principais cuidados com a pele. Com uma alimentação balanceada, você verá os resultados de forma muito mais fácil. Descubra o que fazer!

Dê preferência a alimentos naturais

Sempre que possível, prefira ingerir alimentos e ingredientes naturais. Os processados e ultraprocessados são cheios de componentes, de corantes a estabilizadores, que podem afetar o funcionamento das células, incluindo as da pele.

Então, que tal priorizar alimentos feitos na hora em casa? Além de tudo, o seu corpo ficará mais saudável!

Tenha cuidado com pratos gordurosos

Os preparos com alto nível de gordura favorecem o entupimento dos poros, o que aumenta o risco de acne. Também podem aumentar o acúmulo de toxinas, gerando flacidez ou uma celulite de aspecto mais intenso.

O truque é manter o equilíbrio e tentar evitar pratos muito gordurosos. Equilibrar salada, carboidrato e proteína costuma ser o caminho indicado.

Capriche no consumo de fibras

O funcionamento do intestino também é fundamental para ter bons resultados na pele. Por isso, é importante aumentar o consumo de fibras, como com a ajuda de grãos, legumes, verduras, frutas e outros alimentos.

Com o órgão funcionando corretamente, você consegue se livrar do acúmulo e favorece a absorção de nutrientes. Sabe o que isso significa? Uma pele mais saudável!

Por que preciso tomar bastante água se quero uma pele bonita e saudável?

Por falar em alimentação, a atenção com o consumo de líquido é indispensável. Você precisa ingerir a quantidade certa de água (pura ou na forma de sucos e sopas) para manter o corpo funcionando da melhor maneira. Aprenda como isso ajuda a ter uma pele bonita!

Melhora a elasticidade da pele

O movimento macio e elástico da pele é essencial para se livrar das rugas e ter um aspecto mais saudável. Com o consumo adequado de líquido, você mantém a hidratação das células e garante que elas funcionem melhor.

Quem não consome o nível certo de água, por outro lado, corre o risco de ficar com a pele com aspecto áspero, opaco e sem vida.

Estimula a circulação

O consumo dos níveis adequados de água também é fundamental para melhorar a circulação sanguínea. Isso ajuda, primeiramente, a oxigenar melhor as células, dando um aspecto saudável à pele.

Além disso, é uma forma de eliminar as toxinas e de diminuir a retenção de líquidos. Assim, é possível diminuir a aparência da celulite e de inflamações, como as espinhas.

Ao aplicar esses cuidados com a pele, você terá um visual mais bonito, saudável e protegido. Lembre-se de que o autoconhecimento é importante para saber qual é o seu tipo de pele e o que funciona melhor para você.

Gostou dessas dicas? Compartilhe o post nas suas redes sociais e marque as amigas para elas ficarem por dentro!

Compartilhe !

Posts relacionados

Deixe um comentário