como tratar cabelo oleoso como tratar cabelo oleoso

Como tratar cabelo oleoso? Aqui tem um guia básico!

6 minutos para ler

Saber o melhor jeito de cuidar bem dos fios é um assunto de interesse entre as mulheres, e uma dúvida comum é como tratar cabelo oleoso especificamente. Fatores genéticos, lavagens recorrentes, erros rotineiros e uso de produtos inadequados ou sem qualidade são alguns fatores que podem causar a oleosidade.

Ela pode dar uma aparência pesada, de brilho em excesso, desgastada e até mesmo suja às mechas. Pensando nisso, para ajudar você a manter os fios limpos, saudáveis, hidratados e sedosos, preparamos este guia básico sobre como tratar cabelo oleoso. Confira!

Por que o fio fica oleoso?

A razão da oleosidade do cabelo depende de cada indivíduo. Pode ser, por exemplo, influenciada pela genética da pessoa, que produz naturalmente sebo com mais intensidade, entre outros motivos. Listamos na sequência mais fatores que podem contribuir para a oleosidade no couro cabeludo.

Lavagem excessiva com temperatura alta

Lavar os fios todos os dias com água quente agride a raiz e o cabelo, o que causa ressecamento e descamação da pele. Além disso, usar o secador com temperatura muita alta promove os mesmos problemas e afeta o aspecto dos cabelos. Nesse caso, é indicado passar protetor térmico nas mechas antes de secá-las.

Aplicação de produtos inapropriados

É preciso identificar nas embalagens os tipos de cabelos indicados. O uso de produtos, como cremes, condicionadores e shampoos, inadequados para fios oleosos pode aumentar a produção de sebo no couro cabeludo, deixando os fios sem volume e com aspecto pesado.

Consumo de alimentos gordurosos

Fast-food, frituras, manteigas, queijos amarelos, molhos, creme de leite, bolachas recheadas, entre outros, são alguns exemplos de alimentos gordurosos que podem causar o aumento da oleosidade no cabelo. Sendo assim, prefira uma dieta mais saudável e rica em nutrientes para a saúde dos fios e do organismo.

Uso recorrente de chapéus, lenços e toucas

O uso de lenços, chapéus e toucas no cabelo dificulta a ventilação e respiração do couro cabeludo. Isso pode aumentar a produção de óleo na região, o que facilita o surgimento de caspas e a queda capilar. Por isso, é importante deixar os fios soltos ou com penteados simples no dia a dia e os acessórios para usos esporádicos — salvos os casos em que há necessidade do uso, claro.

Hábito de passar a mão no cabelo muitas vezes

Esse hábito estimula a produção de sebo e transfere a sujeira das mãos para o couro cabeludo, o que deixa o cabelo com aspecto pesado e sem movimento. Então, procure evitar essa prática e opte por grampos para prender as mechas ou a franja, ou amarre os fios.

Alteração hormonal

Algumas alterações hormonais, como as ocasionadas por gravidez, período menstrual ou transtornos emocionais, podem potencializar a produção de gorduras no cabelo. No geral, essas alterações são passageiras. Caso os fios não voltem ao normal com o tempo, fale com um dermatologista para fazer o controle da oleosidade e procurar uma ajuda clínica para o tratamento da principal causa desse problema.

Qual é o melhor tratamento para cabelo oleoso?

A oleosidade em quantidade normal não é algo negativo. Esse é o óleo natural produzido pelo couro cabeludo que ajuda na nutrição e hidratação dos fios, protegendo contra queda, quebra e poluição. Contudo, o excesso afeta a saúde capilar e, nesse caso, é preciso tratá-lo. Veja a seguir os tratamentos para cabelo oleoso.

Lave o cabelo em dias intercalados

Lavar pouco ou muitas vezes pode resultar no mesmo efeito: aumento da oleosidade. Por esse motivo, mantenha as lavagens em dias intercalados. O ideal é não ficar mais de 2 ou 3 dias sem lavar os cabelos. Caso contrário, o couro cabelo fica estimulado a produzir mais óleo que o normal.

Opte por produtos para cabelo oleoso

Os produtos para cabelo oleoso têm ativos necessários para retirar sujeira e excesso de óleo, sem estimular a produção de sebo ou danificar os fios. Procure por fórmulas com argila, jaborandi e calêndula para fazer o tratamento. No dia a dia, os shampoos, condicionadores, leave-ins e cremes devem ser específicos para tratar a oleosidade.

Evite banhos muito quentes

Especialistas recomendam que os banhos sejam em temperaturas mornas, se possível, com a água quase fria. Para tratar o cabelo oleoso, evite até mesmo tomar um banho quente e depois finalizar com um jato gelado, pois o couro cabeludo já foi estimulado a produzir mais óleo.

Não exagere no uso de condicionantes

Prefira aplicar o produto apenas no comprimento e nas pontas, uma vez que a oleosidade natural do couro cabeludo não consegue chegar até essa região dos fios, causando o ressecamento. Por isso, evite exagerar no uso desse tratamento e não aplique na raiz.

Aplique shampoos antirresíduos com cautela

Os shampoos antirresíduos ajudam no tratamento de oleosidade se usados com cautela. Alguns produtos para cabelo e poluição diária causam acúmulo de resíduos na estrutura capilar, o que aumenta a produção de sebo. Sendo assim, uma lavagem mais intensa por semana será necessária para realizar o tratamento dos fios oleosos.

Evite métodos caseiros para tirar o óleo

Pode não ser uma boa ideia usar produtos como limão, álcool, vinagre, entre outros, para retirar a oleosidade. Esses ingredientes vão ressecar, irritar e até causar dermatite de contato no couro cabeludo. Nesse caso, o ideal é consultar um dermatologista para receber a melhor indicação de tratamento.

Aposte em tratamentos de longa duração

Nos casos em que a oleosidade provoca o surgimento de caspas, consulte um dermatologista ou tricologista para a indicação de tratamentos de longa duração para eliminar o problema. O profissional prescreverá produtos com ativos específicos para lidar com a sua situação.

Como evitar a oleosidade no fio?

O tratamento para oleosidade excessiva nos cabelos é um processo que muitas pessoas passam no dia a dia. Elas podem sofrer com caspas, queda de cabelo e dermatites. Contudo, é possível evitar a produção excessiva de óleos com algumas mudanças de hábitos. Veja a seguir:

  • mudar hábitos de lavagem — ajuste a temperatura do banho para morno, use shampoos e condicionadores para o seu tipo de cabelo e lave os fios a cada 2 dias, em média:
  • evitar métodos caseiros de limpeza — cuidar dos cabelos com produtos naturais pode promover o ressecamento e, consequentemente, alergias, dermatites e irritações;
  • optar por produtos de qualidade — todos os tratamentos que fizer no cabelo, principalmente aqueles relacionados ao cronograma capilar, precisam ser específicos para o seu tipo de fio e reconhecidos no mercado.

Agora que você sabe como tratar cabelo oleoso, tenha em mente que esse cuidado precisa ser constante para manter a saúde dos fios. Portanto, aposte em tratamentos de longa duração, escolha shampoos, condicionadores e cremes de qualidade e evite cometer os mesmos erros que citamos nesta matéria, combinado?

Gostou do conteúdo? Compartilhe-o nas suas redes sociais e ajude outras pessoas a cuidarem bem do cabelo!

Compartilhe !

Posts relacionados

Deixe um comentário